Justiça condena filhos de Flordelis pela morte do pastor Anderson

Compartilhe

Acusados de executar o plano de morte do padrasto, o pastor Anderson do Carmo, Flávio dos Santos Rodrigues e Lucas Cezar dos Santos Souza foram condenados pela Justiça. O julgamento dos filhos da ex-deputada e pastora Flordelis terminou na madrugada desta quarta-feira (24/11) no 3º Tribunal do Júri de Niterói, no Rio de Janeiro.

O crime ocorreu em junho de 2019. Flávio foi condenado a 33 anos e dois meses de prisão por homicídio triplamente qualificado, porte ilegal de arma, uso de documento ilegal e associação criminosa armada. De acordo com investigações da Polícia Civil, Flávio confessou ter atirado no padrasto na garagem da casa onde Anderson vivia com Flordelis e os filhos, em Niterói. Posteriormente, ele mudou sua versão e negou participação no assassinato.

Lucas, por sua vez, apontado por comprar a arma do crime, foi condenado a sete anos e meio por homicídio triplamente qualificado, por decisão da juíza Nearis dos Santos Arce. Ele teve a pena reduzida por ter colaborado com as investigações. À polícia, ainda durante o período de investigação, ele disse que ajudou o irmão a comprar a ama. Depois também voltou atrás e negou o teor de seu primeiro depoimento.

Durante o julgamento, que começou nessa terça-feira (23/11) e durou aproximadamente 15 horas, oito pessoas foram ouvidas. Entre elas, Wagner Andrade Pimenta, o Misael, filho de Flordelis. Ele pediu para que os réus deixassem o plenário e voltou a atacar a mãe.

“Dias após o crime, a minha mãe me cobrou apoio, e eu disse para ela ter calma, que estava de luto ainda. Ela disse para eu deixar o luto, vida para frente, e ‘aqui não tem luto não‘”, revelou Misael.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *